18 de dezembro de 2013

Entrega de Prêmios das Rematrículas IENH

O sorteio dos prêmios da Rematrícula dos Cursos Técnicos, da Faculdade IENH e 
da IENH Idiomas foi realizado dia 10 de dezembro. Confira os ganhadores:

Curso Técnico
Netbook – Mateus Vanderlei dos Reis – Informática
Tablet – Dani Anderson Pulz – Logística

Faculdade IENH
Netbook – Aline Franciele de Lima – Psicologia
Tablet – Eduardo Steffen – Redes de Computadores

IENH Idiomas
Tablet – Helton Eduardo Ritter – Curso de Alemão


Coordenadora do Curso de Psicologia recebe homenagem


Acadêmicos do Curso Superior de Psicologia da Faculdade IENH realizaram uma homenagem à Coordenadora do Curso – Renata Roos no dia 10 de dezembro. O momento foi organizado pelas acadêmicas Angelita Leites e Caroline Cargnin e teve a participação dos acadêmicos das disciplinas de Psicologia Experimental e Aprendizagem e Contexto Cultural.
Nesse momento foi realizada uma confraternização e um lanche coletivo, quando acadêmicos de outras disciplinas vieram prestigiar e agradecer o empenho da Coordenadora durante o semestre na realização de diversos Projetos e Cursos de Extensão, com propósito de preparação dos estudantes no campo profissional.

11 de dezembro de 2013

Faculdade IENH é a segunda melhor do Estado no Índice Geral de Cursos

O Ministério da Educação – MEC divulgou, dia 06 de dezembro, as notas das Instituições de Ensino Superior no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição – IGC e no Conceito Preliminar de Curso – CPC avaliadas em 2012. A Faculdade IENH obteve o conceito 4, sendo que a nota máxima possível é 5, ficando em 2º lugar no Rio Grande do Sul e em 25º lugar no Brasil entre cerca de 1800  Faculdades existentes.
Na região do Vale dos Sinos a Faculdade IENH foi a primeira colocada. O Curso Superior de Administração também obteve um ótimo resultado no CPC, ficando com a nota de 3,75, o que coloca a Faculdade IENH na faixa 4 e novamente em 1º lugar dentre as  Instituições de Ensino Superior  do Vale dos Sinos.
O IGC é um indicador de qualidade que se baseia na nota do CPC, que é uma média de diferentes medidas da qualidade de um curso. As medidas utilizadas são: o Conceito Enade (que mede o desempenho dos concluintes), o desempenho dos ingressantes no Enade, o Conceito IDD e as variáveis de insumo. Os dados variáveis de insumo – que considera corpo docente, infraestrutura e programa pedagógico – é formado com informações do Censo da Educação Superior e de respostas ao questionário socioeconômico do Enade.
Esses dados são gerados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep, uma autarquia federal vinculada ao MEC, cuja missão é promover estudos, pesquisas e avaliações sobre o Sistema Educacional Brasileiro.

21 de novembro de 2013

Projeto Sentidos – Sincronicidades… a vida e seus outros sentidos



Dia 27 de novembro ocorre na Faculdade IENH mais uma edição do Projeto Sentidos: Sincronicidades... a vida e seus outros sentidos. O encontro inicia às 19h30min, na Sala de Conferências do Campus Fundação Evangélica.
Kety Lisbôa Daudt Maus irá falar sobre o que está acontecendo no nosso mundo interno nesse momento em que o mundo externo anda tão conturbado e mostrar como estar mais perceptivo aos variados sentidos que a vida nos oferece a todo instante.
A Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade IENH – Renata Roos, juntamente com a proprietária da Livraria ExLibris – Jane Mathias, com a proprietária da Catânia Studio – Laci Todeschini e com a proprietária da LF Comunicação – Vivian Laube, são as criadoras e executoras do Projeto.

19 de novembro de 2013

Alunos da IENH apresentam trabalho sobre games na UFRGS

Estudante do 1º ano do Ensino Médio da IENH – Arthur Kym e acadêmica do Curso de Psicologia da Faculdade IENH – Caroline Cargnin estiveram, dia 19 de novembro, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS apresentando trabalho sobre o videogame Antichamber.
O trabalho era referente à disciplina Videogames e Cognição Inativa: Bases Teóricas, ministrada pela professora Cleci Maraschin e Carlos Baum da linha de pesquisa  Tecnologias, Cognição e Processos de Subjetivação. Antichamber é um game premiado e que oferece uma dinâmica especial de  puzzle. O jogador se depara com pistas e enigmas estimulantes, capazes de surpreender a cada movimento.
Segundo a Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade IENH – Renata Roos, que estuda sobre o assunto e participou da construção do trabalho, o estudo dos videogames para aprendizagem tem mostrado que estes têm muito a inspirar no contexto educacional. “Para Gee (2009) os bons jogos incorporam alguns dos princípios da aprendizagem, sendo eles: identidade, interação, produção, riscos, customização, agência, boa ordenação dos problemas, desafio e consolidação, “na hora certa” e “a pedido”, sentidos contextualizados, frustração prazerosa, pensamento sistemático, exploração, pensamento lateral, revisão dos objetivos, ferramentas inteligentes e conhecimento distribuído, equipes transfuncionais e performance anterior a competência”, ressalta Renata.

Acadêmicos de Psicologia participam de palestra sobre Neurociências na Educação

Acadêmicos de Psicologia da Faculdade IENH participaram, no dia 11 de novembro, de uma palestra com a especialista em Neurociências na Educação – Tatiana Machado Dorneles.
Tatiana falou sobre "As bases neuropsicológicas da emoção: um diálogo acerca da aprendizagem", apresentando as relações entre as funções cognitivas, especificamente: atenção, memória e funções executivas e as emoções na aprendizagem.
A atividade encerrou os estudos que abordavam as contribuições da neurociência para a aprendizagem, nas aulas de Aprendizagem e Contexto Cultural, ministradas pela Coordenadora do Curso de Psicologia – Renata Roos. 

14 de novembro de 2013

Curso de Psicologia promove último encontro do Cine-Fórum

Dia 09 de novembro ocorreu o último encontro do Cine-Fórum, promovido pelo Curso de Psicologia da Faculdade IENH, que abordou, através de filmes, o tema “Morte e Luto no Cinema: aproximação a partir da Filosofia e da Psicologia”.
Nesse encontro foi debatido o filme “O Quarto do Filho”, de Nanni Moretti. Nos outros encontros o grupo assistiu “A partida” de Yojiro Takita e “Amor”, de Michael Haneke.


21 de outubro de 2013

Faculdade IENH com inscrições abertas para o Vestibular 2014

A Faculdade IENH está com inscrições abertas para o ingresso 2014. O Vestibular ocorrerá no dia 1º de dezembro, às 14 horas. São oferecidos os Cursos de Administração, Ciências Biológicas – Licenciatura, Psicologia e Redes de Computadores.
A novidade para 2014 é a oferta dos Cursos de Administração e de Ciências Biológicas – Licenciatura na Modalidade de Final de Semana, com investimentos diferenciados. As aulas ocorrerão em quintas-feiras (para o Curso de Administração essa noite será em regime de educação à distância - EAD), em sextas-feiras e aos sábados, totalizando 09 semestres. Após a inscrição nessa modalidade, o candidato será convidado a participar de uma entrevista antes da realização do Vestibular. Essa modalidade de ensino permite ao estudante vantagens como as atividades letivas vivenciadas de forma intensa e a economia com o transporte.
A Faculdade IENH também oferece Bolsas de Estudo através do Programa Universidade para Todos PROUNI.. Mais informações sobre a Faculdade IENH e sobre o Vestibular podem ser obtidas pelo telefone (51) 3594 3022, pelo e-mail  e/ou site da instituição.

10 de outubro de 2013

Participação em Evento Nacional de Psicologia

A Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade IENH e Psicóloga Educacional do Ensino Médio – Renata Roos participou, de 02 a 05 de outubro, do XVII Encontro Nacional Associação Brasileira de Psicologia Social, em Florianópolis.
Renata apresentou o trabalho Web Individuação – sobre a invenção de si nas redes sociais no Grupo de Trabalho – GT que tem como foco os estudos que envolvem as tecnologias e a cognição.


Estudantes de Psicologia da Faculdade IENH participam de Cine-Fórum

Acadêmicos de Psicologia da Faculdade IENH participaram, na manhã de 05 de outubro, da primeira edição do Cine-Fórum. Serão três encontros que integram o Programa da Oficina “Morte e luto no cinema: estudo e pesquisa a partir da Filosofia e da Psicologia”.
No primeiro encontro o filme assistido e debatido foi: “A partida”, produzido por Yojiro Takita. A atividade é organizada pelo Professor Júlio Cézar Adam e conta com a presença de debatedores. Dia 05, a Psicóloga Janete Ritter conduziu o debate.


27 de setembro de 2013

Autopoiése - As bases bilológicas do conhecimento

No dia 24 de setembro, acadêmicos do Curso de Psicologia da Faculdade IENH assistiram à Palestra "Autopoiése – As bases biológicas do conhecimento", com o Doutorando da UFRGS no Curso de Psicologia Social e Institucional – Carlos Baum.
A turma da Disciplina de Aprendizagem e Contexto Cultural, ministrada pela Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade IENH – Renata Roos aprendeu sobre a Autopoiése um termo cunhado na década de 1970 pelo Biólogo Chileno Humberto Maturana, cujo livro Cognição, Ciência e Vida Cotidiana, basearam a palestra.

24 de setembro de 2013

IENH realiza palestra de abertura da Semana CIARTEC

Iniciou na noite de 23 de setembro a VIII Semana das Ciências Artes e Tecnologias – CIARTEC da IENH. O evento ocorre anualmente na Unidade Fundação Evangélica e envolve professores, estudantes e funcionários da Instituição.
A palestra de abertura foi ministrada pelo Doutor em Filosofia – Jelson Roberto Oliveira, que falou sobre “Desafios nas relações humanas no trabalho: como atingir o equilíbrio entre os desejos individuais e os interesses corporativos?”. O objetivo da palestra foi de abordar as mudanças no mundo do trabalho e seus impactos sobre a ética e os valores éticos no ambiente corporativo, que são percebidos como propositivos e influenciam as pessoas entre si.
Também foram levantados questionamentos como “Quais são os valores que embasam a nossa atuação pessoal e profissional?”, “Qual é a importância de agir eticamente?” e “Quais são as possibilidades de interpretar a crise ética da sociedade contemporânea?”.
As atividades da Semana CIARTEC seguem até dia 27 de setembro

19 de setembro de 2013

Acadêmicos participam de Palestra com Doutorando da UFRGS

Acadêmicos da Disciplina de Aprendizagem e Contexto Cultural, ministrada pela Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade IENH – Renata Roos, participam, no dia 24 de setembro, das 19h às 22 horas, de uma Palestra com o Doutorando da UFRGS no Curso de Psicologia Social e Institucional – Carlos Baum.
Carlos ministrará a palestra "Autopoiése – As bases biológicas do conhecimento". Autopoiése é um termo cunhado na década de 1970 pelo Biólogo Chileno Humberto Maturana, cujo livro Cognição, Ciência e Vida Cotidiana, baseiam a palestra do doutorando.

CINE FÓRUM: Morte e luto no cinema


PROJETO SENTIDOS: Qual é o sentido do outro sentido?


13 de setembro de 2013

Acadêmicos de Psicologia assistem palestra sobre política na região

Acadêmicos do Curso de Psicologia da Faculdade IENH receberam, no dia 11 de setembro, o representante da diretoria do Sindicato dos Sapateiros de Sapiranga – Antônio Machado.
O momento ocorreu na Disciplina de Psicologia, Sociedade e Política, ministrada pela Professora Analice Brusius. Antônio resgatou com a turma momentos importantes sobre a história do sindicato e relatou as principais dificuldades enfrentadas pelo movimento. O convidado também falou sobre as conquistas alcançadas ao longo dos anos. A atividade oportunizou que os estudantes pudessem conhecer uma experiência política existente na realidade atual da região.

11 de setembro de 2013

Estudantes de Psicologia participam de palestra

A Psicóloga e Mestre em Psicologia Clínica – Greyce Beltrame participou, no dia 05 de setembro, da aula de Infância, Desenvolvimento e Cultura do Curso de Psicologia da Faculdade IENH para conversar com os alunos sobre a organização das construções cognitivas a partir da construção subjetiva do bebê.
Grayce abordou conceitos e concepções de construção do conhecimento a partir dos aspectos constitutivos do desenvolvimento infantil, baseados na formação que realizou em estimulação precoce no Centro Lydia Coriat. Segundo a Professora da Turma – Aline Saile, a proposta foi muito significativa, pois relacionou aspectos teóricos e práticos, que auxiliarão aos acadêmicos no trabalho de campo que realizarão para a disciplina de observação da relação mãe/cuidador- bebê.

2 de setembro de 2013

Curso de Extensão em Neuropsicologia da Aprendizagem

No dia 31 de agosto encerrou o Curso de Extensão em Neuropsicologia da Aprendizagem, promovido pelo Curso de Psicologia da Faculdade IENH. O sexto e último Seminário abordou o tema Quadros Clínicos de Aprendizagem e a Neuropsicologia.
O encontro, ministrado pela Doutora Rochele Paz Fonseca, abordou a compreensão da aprendizagem nos transtornos psiquiátricos, como no transtorno de déficit de atenção, transtorno de conduta e transtorno do espectro autista. Também foram abordados diferentes quadros de psicopatologia, sintomas subclínicos e situações de vulnerabilidade associadas frequentemente às dificuldades de aprendizagem.

28 de agosto de 2013

Comemoração do Dia do Profissional da Psicologia

Em 27 de agosto de 1964, a profissão de psicólogo foi regulamentada através da Lei 4.119/64. Por este motivo, no Brasil, nessa data se comemora "O Dia do Psicólogo". Aproveitando a data, na noite de 27 de agosto, acadêmicos das turmas de Psicologia da Faculdade IENH foram homenageados. Durante o intervalo  as turmas foram recebidas com lanche, chá, café e música.

19 de agosto de 2013

Palestra sobre adolescência para estudantes da 7ª série C

Estudantes da 7ª série C da IENH – Unidade Fundação Evangélica participaram, no dia 13 de agosto, de uma Palestra organizada pela Professora Cristine Inês Steffen, que convidou as acadêmicas do Curso de Psicologia da Faculdade IENH, Maytê Caroline Lopes da Silva e Júlia Wolff para conversar com a turma.
O momento iniciou com a criação de paródias, onde, divididos em grupos, os alunos utilizaram seus conhecimentos sobre adolescência.
Após a apresentação das paródias, Júlia e Maytê conceituaram formalmente o tema, explanaram sobre ritos de passagem em diferentes culturas, associaram semelhanças e diferenças entre a puberdade e a adolescência e explanaram sobre algumas questões da neurociência. Para finalizar, os alunos tiveram a oportunidade de fazer algumas perguntas.
O objetivo da atividade foi de estabelecer relações entre o assunto escolhido como Projeto do Semestre e pesquisas realizadas pelas alunas do Curso de Psicologia da Faculdade IENH.

13 de agosto de 2013

Faculdade IENH sedia evento de Psicologia


A Faculdade IENH sediou, nos dias 09 e 10 de agosto, a VI Jornada Científica do Instituto de Psicologia – IPSI, “Sinto, logo, penso? – O desafio de sentir, pensar e decidir”.
Foram diversas atividades durante o evento, entre elas oficinas, filme, palestras e conversas. A Supervisora Escolar da IENH – Marga Inês Schmitt Werkmeister, participou do evento na mesa de abertura “Como sentimos e vivemos hoje?”, com a Psicóloga e Doutora em Educação – Tânia Maria Galli da Fonseca.

5 de julho de 2013

Sarau Antropológico Literário

Dia 04 de julho, acadêmicos e professores do Curso Superior de Psicologia da Faculdade IENH juntamente com a Coordenação, realizaram um Sarau Antropológico Literário.
A organização foi de responsabilidade da turma de Antropologia Social e Fenomenologia, ministrada pelo professor Édio Raniere. O desafio proposto aos acadêmicos foi de pesquisar nas mais diversas linguagens da arte – teatro, música, plásticas, cinema – uma maneira de traduzir o aprendizado que obtiveram nas disciplinas. “Trata-se, portanto, de um fechamento das atividades desenvolvidas e uma abertura aos devires da arte”, ressaltou Édio.





20 de junho de 2013

Curso de Extensão em Neuropsicologia de Aprendizagem

Dia 15 de junho ocorreu mais um encontro do Curso de Extensão em Neuropsicologia de Aprendizagem, promovido pelo Curso de Psicologia da Faculdade IENH.
Nesse encontro foram abordados os aspectos fundamentais da avaliação neuropsicológica da aprendizagem, apresentando métodos e instrumentos disponíveis e a necessidade da compreensão multidisciplinar de casos.
O curso ocorre aos sábados e tem por objetivo possibilitar o conhecimento de aspectos da neuropsicologia cognitiva da aprendizagem e seus transtornos, buscando possibilitar a intervenção interdisciplinar de casos clínicos.
O próximo encontro acontece no dia 13 de julho.

Carta ao Cupido

Produção feita na Oficina Comunicação e Escrita da Professora Sabrine Heller, no primeiro semestre do curso de Psicologia, pelo acadêmico André L. Weschenfelder

“Carta ao Cupido. 
 
Querido Cupido. Quem é você?
Queria conhecer o responsável pelas desgraças que vivo. Tu é um anjo não é?
Cara, anjos são assexuados, o que que tu quer fazer as pessoas se apaixonar se tu não leva em conta um dos motivos, esse entre os joelhos? Tu não tem!
Até a Afrodite...  Cara, até a Afrodite, aquela doida, sabe mais de amor e paixão que tu.  Aposto que nem tem hormônios.
Tu precisa se atualizar, amor não é angelical entre os humanos. Pega exemplo de Eros, outro doido varrido.
Pelo menos ele tem noção dos esquemas. Se é pra ter um amor que nem o que tu propõe, erra minha flecha, senão vou atirar ela de volta. Aliás, que isso de flecha? Uma 9mm semiautomática já dá conta, é até mais rápido. Ou um lança chamas talvez, olha que prático, não?
Enfim, eu quero te ajudar. Te ajudar  a me ajudar. Sabe qual é o negócio? Pega umas dicas com os gregos lá, eles são bem divertidos, o que que é aquele Monte Olimpo, que loucura.
Quando se ajeitar aí, vem falar comigo. Conselho de amigo, ouve o que estou te dizendo. Um lança chamas não seria ruim. Bom, qualquer coisa estamos as ordens. Só para com essas flechas! Desgraçado!

Um beijo meu querido, Paz!”
:


17 de junho de 2013

Faculdade IENH agora é credenciada no FIES



Acadêmicos da Faculdade IENH agora contam com o programa do Ministério da Educação para Financiamento Estudantil – FIES.
O programa é destinado a financiar a graduação de estudantes matriculados em instituições particulares de ensino superior com um percentual de auxílio mínimo de 50%, podendo chegar a 100% conforme a renda familiar.
Entre os requisitos para solicitação do FIES, está a realização do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. A inscrição no financiamento pode ser solicitada em qualquer período do ano.
Confira mais informações no site da IENH, no portal do MEC ou aqui.

Vestibular da Faculdade IENH com inscrições abertas!


As inscrições para o Vestibular de Inverno da Faculdade IENH já estão abertas e a prova será dia 19 de junho.  
O corpo docente da Faculdade IENH é formado por professores com mestrado ou doutorado e experiência específica nas áreas de atuação, o que gerou nota máxima (cinco) nas avaliações do MEC, quanto à titulação de corpo docente.
E, a Faculdade IENH busca o envolvimento dos acadêmicos em projetos de responsabilidade socioambiental.
Os cursos oferecidos no processo são: Administração, Psicologia e Redes de Computadores. Para mais informações acesse www.ienh.com.br/vestibular. A inscrição tem o investimento de R$ 20 e pode ser realizada através do e-mail faculdade@ienh.com.br, pelo site ou pelo telefone (51) 3594 3022.

12 de junho de 2013

Coordenadora do Curso de Psicologia participa de eventos

A Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade IENH – Renata Roos participou, nos dias 07 e 08 de junho na Jornada da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul – SPRGS.
A mesa, na qual Renata apresentou, foi sobre o amor e no mesmo espaço estavam Iara Camaratta Anton, Carlos Gerbase e Martin Portner (coordenador da mesa).
Mais informações sobre o evento aqui.
Renata também participou como palestrante na Semana Acadêmica da Universidade Feevale, no dia 07 de junho, com a palestra “É possível ser feliz no amor?”.




3 de junho de 2013




INSCRIÇÕES
http://www.ienh.com.br/cursosextensao/ver_curso.php?codigo_evento=107

O Tempo é tema da Jornada SPRGS

O filósofo André Comte-Sponville, convidado da Jornada de Psicologia da SPRGS, terá videoconferência exibida no evento.

O tempo é evidentemente um dos conceitos mais importantes de toda a filosofia. E não somente de toda a filosofia, mas, eu diria ainda, de toda a nossa vida. Isso porque, na realidade, nós estamos “dentro/no” tempo. E não só estamos/somos “no tempo” mas nós somos temporais/transitórios, ou ainda “nós somos tempo”. Dito de outra forma, o tempo não é tão somente aquilo que nos contém e que seria algo de “exterior”, mas o tempo é a própria substância de nossa vida. Poderíamos dizer a mesma coisa a respeito do espaço. Dizemos seguidamente que estamos no tempo e que estamos no espaço. De acordo, mas eu não estou “simplesmente” no espaço visto que, eu mesmo, sou espacial, intrinsecamente espacial. No tempo, o que é que eu sou? Pois bem, eu sou o presente, eu pertenço ao presente, e a dificuldade será a de compreender aquilo que significa dizer, ao mesmo tempo, que eu estou/sou tempo e eu estou/sou no presente. Seria esta espécie de mistério que eu gostaria de procurar aprofundar e esclarecer.

Na verdade, a primeira pergunta que nos devemos colocar é: o que é o tempo? É uma pergunta muito simples, mas, na verdade, muito desconcertante. Todos sabem que eu falo do tempo, e todos nós sabemos do que se trata. No entanto, se eu pedisse a vocês para “definir” o tempo, para dizer-me, com palavras, aquilo que ele “é”, então eu suponho que vocês se sentiriam um pouco constrangidos. Esse constrangimento é o próprio ponto do qual seria necessário partir.

O tempo é o passado, o presente, o futuro. Muito bem, mas o passado não é, porque ele não é mais, e o futuro não é, porque ele ainda não é. Resta-nos somente o presente, mas o presente não é do tempo, ele é um instante sem duração. Entende-se então que o presente seja a soma de dois “nadas”: o passado que não é mais e o futuro que ainda não é, separados por um instante sem duração. O tempo é esse processo perpétuo de aniquilamento, visto que o presente é anulado a cada instante no passado, o instante-presente entre dois nadas, o passado e o futuro.

Na verdade, é o que chamamos “a fuga do tempo”. O que o torna inatingível é que o tempo não é uma coisa, o tempo é o instante-presente sem duração, entre dois nadas: o passado que não é mais e o futuro que ainda não é. O tempo é o presente. Antes de tudo é uma tese estoica e, para citar o estoico Crisipo, “somente o presente existe”. Isso conduz, então, a um tema universal que nós encontramos em todas as escolas de sabedoria: viver no presente! Salvo que, vocês se dão conta disto, se somente o presente existe, viver o presente não é um ideal, não é um “slogan”, uma palavra de ordem. Viver no presente é simplesmente a verdade de viver. O tempo é o ato... o ato de ser! Então, não quero me demorar no problema sob o ponto de vista metafísico, mas isso significa dizer que ele tem também suas consequências éticas: se ser é ser em ato, quer dizer que existir é insistir, é o que chamamos de conatus, com Espinosa: o esforço de todo ser para perseverar em ser e que o poeta Paul Éluard chama “o difícil desejo de durar”, e isso desemboca naquilo que eu chamei uma ética da insistência e da resistência.

É necessário aceitar que o real é aquilo que ele é para tomar a empreitada de transformá-lo. Mas aceitá-lo tal como ele é não significa resignar-se àquilo que ele é, e renunciar a transformá-lo. O tempo é o devir/ futuro. Ser é duração, duração é mudar. Quando eu digo que o ser é o devir, violo uma espécie de tabu ocidental porque, na verdade, toda a metafísica ocidental desde Platão está fundamentada sobre a ideia de que o ser e o devir são duas coisas separadas. E, na verdade, o Ocidente não parou – com algumas raras exceções – de privilegiar aquilo que é imutável, aquilo que é permanente e que seria o verdadeiro ser em oposição àquilo que muda, aquilo que não é permanente e que chamamos de devir. Para Platão, as Ideias são eternas, imutáveis, elas não mudam jamais, e o mundo aqui embaixo, o mundo sensível, muda sempre, e não podemos confiar nele. A mesma coisa está em Aristóteles, o mundo supralunar é imutável, o mundo sublunar é, evidentemente, fadado à mudança. Mesma coisa no materialismo epicurista: os átomos são seres verdadeiros, são imutáveis, é o que não se move, é o permanente.

Os corpos compostos que mudam sempre estão destinados à impermanência. Ser e devir são uma única e mesma coisa, o ser vem a ser e somente o devir “é”. É o que chamamos de “heraclitismo”. No Ocidente, o pensamento de Heráclito, panta rei, dizia ele em grego, tudo se esvai, tudo muda... vocês conhecem a famosa fórmula de Heráclito, “não nos banhamos jamais duas vezes no mesmo rio!”. Com certeza, Heráclito não está só. O maior seguidor moderno de Heráclito, pelo menos na França, é, sem dúvida, Montaigne. E o que é interessante, tratando-se de Montaigne, é que, como um bom cristão que ele também é – porque existiram sempre cristãos e não haverá lugar para pensar que ele não o era. Mas como dizíamos, como um bom cristão que era, também, Montaigne escreve nos Ensaios, na Apologia de Raymond Sebond, o seguinte: “Que há então que seja realmente verdadeiro? Somente o que é eterno, isto é, o que nunca teve começo e nunca terá fim: o que não muda sob o efeito do tempo?”. Dito de outro modo, para Montaigne aquilo que “é” verdadeiramente é aquilo que é imutável, e disso ele conclui: “E é por isso que só Deus ‘é’”. Vocês entendem bem a razão: se Deus é imutável, esse ser imutável como só Deus pode ser, somente Deus “é”. Entendido, mas nós não somos Deus, nós estamos no tempo, nós não paramos de mudar, nós estamos fadados ao devir. E é esse devir que é preciso habitar. A grande questão no centro da vida é, antes de tudo, aceitar mudar/a mudança, aceitar o devir, aceitar a impermanência/instabilidade.


Fonte:  http://www.clicrbs.com.br/zerohora/01/06/2013

28 de maio de 2013

Primeiro encontro do Projeto Sentidos: “O Acaso”

O Acaso é tema do primeiro encontro do ProjetoO Acaso é tema do primeiro encontro do ProjetoO Acaso é tema do primeiro encontro do Projeto


O Acaso é tema do primeiro encontro do Projeto

Ocorreu, na noite de 23 de maio, o primeiro evento do Projeto Sentidos. “O Acaso” – “Acaso é este encontro entre o tempo e o espaço mais do que um sonho que eu conto ou mais um poema que eu faço?” (Paulo Leminski), com os palestrantes Henrique Schneider e Jelson Oliveira.
A Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade IENH – Renata Roos, juntamente com a proprietária da Livraria ExLibris – Jane Mathias, com a proprietária da Catânia Studio – Laci Todeschini e com a proprietária da LF Comunicação – Vivian Laube,  são as criadoras e executoras do Projeto Sentidos.
O objetivo do projeto é oportunizar para a comunidade de Novo Hamburgo e região, momentos de aprendizado e troca de experiências em diversos temas que partam do universo cultural e avancem para o sentido das coisas e o do sentir.
Os encontros são mensais e ocorrem sempre às 19h30min, às quintas-feiras, na Sala de Conferências da Faculdade IENH.

Palestra aborda o tema “Adolescente difícil”

Psicóloga Renata falou aos presentes

Psicóloga Renata falou aos presentes
Na noite de 22 de maio ocorreu a última palestra promovida pelo Curso de Psicologia da Faculdade IENH, com o tema “Adolescente Difícil”. O evento que foi gratuito abordou os principais aspectos da adolescência desenvolvidos pelo autor do livro “Como agir com um adolescente difícil”, J-D Nasio. A palestra busca apresentar possíveis atitudes dos pais e professores junto aos adolescentes em conflito.

Esse foi o único encontro realizado na sede da Faculdade IENH, os demais foram todos agendados em escolas da região. A ministrante é a Psicóloga, Mestre, Doutoranda, Coordenadora do Curso de Psicologia da Faculdade IENH e Psicóloga do Ensino Médio da Unidade Fundação Evangélica – Renata Roos.
A palestra foi voltada para estudantes de Ensino Médio ou familiares, professores e escolas que trabalham com esse público.




21 de maio de 2013

Diretório Acadêmico da Faculdade IENH promoveu festa acadêmica


O Diretório Acadêmico – DA da Faculdade IENH promoveu, no dia 17 de maio, a Festa Acadêmica. O evento ocorreu na Boate Vagão da Sociedade Aliança.
A festa reuniu acadêmicos de Administração, Psicologia e Redes de Computadores. Música, diversão e integração marcaram o evento que contou com a presença do Vice-Diretor de Ensino Superior – Cezar Silva e de Coordenadores de Curso da Faculdade IENH, além de professores e funcionários da IENH.


17 de maio de 2013

Coluna da Faculdade IENH no Jornal NH


A Faculdade IENH lançou, na edição de 14 de maio do Jornal NH uma coluna que trará informações sobre eventos, cursos, projetos e oportunidades. Nessa primeira edição foi apresentado o espaço e esclarecido o objetivo de levar aos interessados o conhecimento científico produzido na Instituição.
A publicação será mensal. Fique atento e acompanhe!

16 de maio de 2013

Faculdade IENH sedia encontro preparatório da Jornada SPRGS

A Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul (SPRGS) realiza, nos dias 07 e 08 de junho, a Jornada/2013 e, em preparação ao evento são realizados encontros para discutir o tema e a obra do filósofo e convidado de honra, André Comte-Sponvile.

Na noite de 14 de maio, um desses encontros de preparação foi sediado pela Faculdade IENH. O tema: Amor, Felicidade e Poder, foi abordado por Renata Roos, Magda Mello e Marisa Eizirik.

Confira o encontro que aconteceu na Faculdade IENH para discutir sobre Amor, Felicidade e Poder! http://bit.ly/183mwLn





14 de maio de 2013

VESTIBULAR IENH 2013/2

CPRS "Vinhetas Clínicas"

O Círculo Psicanalítico do RGS convida para o encontro com alunos de psicologia do IENH, tratando da casuística psicanalítica: Vinhetas Clínicas - Abordagem Psicanalítica, com os psicanalistas Cleo Mallmann, Maria Beatriz J. Ramos, Noeli Maggi e Paola Fachini. A palestra acontecerá no dia 25 de maio, das 9 às 12 horas, na Faculdade de Psicologia do IENH (Rua Frederico Mentz, nº 560, bairro Hamburgo Velho, Novo Hamburgo, RS). Informações e inscrições podem ser obtidas com Renata Roos: renata.r@ienh.com.br, (51)3594.3022 ramal 228.

8 de maio de 2013

NOTA TÉCNICA SOBRE ATUAÇÃO DE PSICÓLOGA(O)S EM SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIAS E DESASTRES, RELACIONADAS COM A POLÍTICA DE DEFESA CIVIL



Emergências e desastres

CFP divulga nota técnica sobre atuação de psicólogas (os)

NOTA TÉCNICA SOBRE ATUAÇÃO DE PSICÓLOGA(O)S EM SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIAS E DESASTRES, RELACIONADAS COM A POLÍTICA DE DEFESA CIVIL

Considerações Gerais e Regulamentação da Profissão
As situações de emergências e desastres que vêm atingindo inúmeras áreas no Brasil nos últimos anos e, especialmente, as consequências que esses acontecimentos geram / trazem para a população atingida e para a sociedade, motivaram o Sistema Conselhos de Psicologia a elaborar uma Nota Técnica para nortear o trabalho que as psicóloga(o)s desempenham, especificamente, em tais situações, seja como profissional contratado ou como voluntário.  Nos dois casos, ela(e) estará agindo como psicóloga(o) e; consequentemente; está submetido às determinações e exigências do Código de Ética e outras regulamentações normativas que regem a profissão, inclusive terem o registro ativo no CRP da sua área de jurisdição. Espera-se, com isso, esclarecer algumas questões que surgiram com mais freqüência neste cenário.

Todo exercício da Psicologia é regido pelo Código de Ética que deve ser do conhecimento do profissional, norteando assim a sua prática em qualquer âmbito de atuação.  Salienta-se ainda que a função precípua do Conselho Federal de Psicologia é fiscalizar e regulamentar a profissão, cujo desempenho dá-se através da elaboração de resoluções, como por exemplo, as resoluções 01/2009 (referente ao registro documental) e 03/2007 (referente a métodos e técnicas privativas da(o) psicóloga(o)) e 10/1997.

Legislação sobre Política Nacional de Proteção e Defesa Civil
Há no país uma legislação específica vigente sobre a Política Nacional, Estadual e Municipal de Proteção e Defesa Civil (Lei nº 12.608 de 10 de abril de 2012).  Certos da importância dessa política para toda a população, o Sistema Conselhos tem participado ativamente dessa discussão, defendendo a garantia dos direitos previstos na Constituição Federal, nas políticas setoriais e valorizando o protagonismo das populações afetadas por desastres.
Redes de Serviços e Articulação Intersetorial
As situações de emergências e desastres, para as quais os profissionais da Psicologia têm sido requisitados ou se oferecem para execução, têm implicado mobilização de serviços públicos e iniciativas privadas e/ou complementares.  O Sistema Conselhos destaca a relevância, a competência e a necessidade de as redes de serviços públicos estarem preparadas e organizadas para participarem ativamente das ações de prevenção, preparação, resposta e reconstrução, em seus territórios, nas situações citadas.  Para que isso aconteça, é necessário que os profissionais e as redes de serviço, especialmente de Defesa Civil, SUS, SUAS, Segurança Pública, Educação, iniciativas privadas e complementares, entre outras, contribuam para um plano de contingência articulado intersetorialmente com a Defesa Civil e/ou com os conselhos, as coordenadorias e os núcleos comunitários de Defesa Civil (Nudec), evitando-se ações isoladas, desintegradas e improvisadas.
Considerando o compromisso ético profissional da Psicologia, recomenda-se que as(o) psicólogas(os) nas suas ações e planejamento de estratégias de trabalho participem, estimulem e/ou valorizem o envolvimento da sociedade civil na criação e no funcionamento de conselhos de controle social democráticos, transparentes e com participação, principalmente das pessoas que sofreram danos e/ou prejuízos e/ou estejam em situação vulnerável, com poder efetivo sobre as decisões relacionadas à política de Proteção e Defesa Civil.
Atividade Voluntária da(o) Psicóloga(o)
Em relação ao exercício da Psicologia na forma de serviço voluntário (por iniciativa própria – remunerado ou não / convidado – remunerado ou não) ressalta-se que deve haver o compromisso profissional estabelecido, com direitos e obrigações, como em qualquer outra situação de sua prática, considerando-se, por exemplo, que a qualidade do serviço independente de valor acordado (Art. 4º, c, do Código de Ética), que não se deve prestar serviços visando benefício pessoal (Art. 1º, d, do Código de Ética), que existe a necessidade de conhecer a realidade em que atuará como psicóloga(o) (Princípio VII, do Código de Ética), posicionando-se sobre ela e não sendo conivente com práticas incompatíveis com o Código de Ética Profissional (Art. 3º, c) e, também incompatíveis, com a garantia de direitos (Constituição, Estatuto da Criança e do Adolescente, Política de Defesa Civil e outras leis que garantem direitos individuais ou difusos). Isso se aplica apenas às situações nas quais os profissionais estão no exercício da profissão, deixando claro o seu papel, neste contexto, para as autoridades, pessoas da comunidade e demais profissionais.  Para mais informações sobre as regras da prestação de serviços voluntários, consultar a Lei do Voluntariado (9.608/1998).
Estágio: supervisores e docentes responsáveis
As atribuições e as condições para a prática, a supervisão e a responsabilidade profissional em estágios de Psicologia estão previstas no Código de Ética (Art. 17) e na Resolução CFP 003/2007. A prática do estágio em si, já é legislada nacionalmente pela Lei 11.788/2008 que descreve as condições, as regras, e as responsabilidades do estagiário, das instituições de ensino superior e das organizações onde os estágios são realizados, o que deve ser devidamente considerado na eventualidade desse tipo de atividade ser oferecida pela instituição de ensino com a supervisão do docente.  Sugere-se que na elaboração dos planos de estágio leve-se em consideração o Código de Ética, a política de Proteção e Defesa Civil e, onde houver, os planos de contingência.
Atividades de Pesquisa
Na eventualidade de execução de pesquisa com seres humanos, além de considerar o Código de Ética profissional, em especial o Art. 16, a(o) pesquisadora Psicóloga(o) deverá cumprir as normas exigidas pela Resolução 196/1996 (republicada em 2012) do Conselho Nacional de Saúde.
O Protagonismo Social dos Afetados
Em relação ao exercício profissional da Psicóloga(o) no que diz respeito ao protagonismo social das pessoas afetadas, direta ou indiretamente, e/ou que sofreram algum tipo de dano ou prejuízo, sugere-se especial atenção na prática psicológica para não promover a vitimização ou patologização dessas pessoas, assumindo uma conduta ética baseada na defesa da garantia de direitos; e sendo vedada a indução ou manipulação de qualquer natureza do protagonismo delas, conforme os Princípios Fundamentais e o Art. 2º, b, do Código de Ética.

Brasília, 8 de maio de 2013

FONTE: http://site.cfp.org.br/emergencias-e-desastres-2/   

Festa Acadêmica da IENH